Snow escreveu 8 de dezembro de 2016 with 3 comments
Olá, como estão? Pois é, faz um bom tempo - com uma grande enfase no bom - que eu não escrevo aqui, passei o quê... um ano e meio distante? É deve ser por volta disso. Na época, o meu computador tinha dado problema pela segunda vez no ano e lá eu já estava um tanto desanimada, não só comigo, mas com o meu curso também que era uma correria, trabalhos e apresentações que eu me perguntava o que diabos estava fazendo ali que ainda não havia largado o bendito - é, eu tenho um pequeno histórico de desistências - o grupo que eu liderava não por opção estava sem lé nem cré... acho que o que me manteve nele eram as viagens de ônibus e a minha turma (o prédio da escola era um adicional), eu sempre me deslumbrava em correr para pegar o ônibus as cinco para voltar só as onze e também, aquele era o meu ano livre! Sem o colégio eu estava solta para fazer o que eu mais queria: dormir no período da manhã, o que acabou se tornando um péssimo hábito mais tarde.

Bem, o computador ganhou vida depois de um tempo, eu voltei a ativa aos poucos, o curso acabava ficando um pouco mais pesado e eu, ao invés de agilizar só amolava para dar andamento ao meu projeto - tenho vontade de voltar ao mês de novembro e me dar uns bons tapas por essa atitude preguiçosa - e por algum motivo eu acabei deixando a ideia de "voltar a ativa com o Doukyuusei" lá no fundo da minha mente, como uma promessa a ser cumprida e que com o passar do tempo era só um cisco insistente do qual eu não conseguia me livrar. Abusei um pouco do meu twitter e facebook naquele final de ano, era o melhor jeito de manter contato com os amigos mas, logo no começo de 2016 acabei abrindo mão disso num impeto meio suspeito o que fez uma sensação de liberdade surgir novamente.

Não pensem que esse ano eu aproveitei horrores e me joguei na vida, sem mais nenhuma responsabilidade relacionada a estudos obrigatórios. Não, não fiz nada disso. Em janeiro eu estava a mil, as ideias pareciam borbulhar na minha cabeça - até adotei um diário, coisa que não fazia a anos, o mantive até julho, depois abandonei - mas com o passar dos meses o desanimo parecia se tornar mais evidente e difícil de combater, e olha que eu tentei o máximo possível. Aí vieram problemas familiares que eu nunca pensei que viveria para passar (problemas esses que me afetam mais do que eu gosto de afirmar) e qualquer coisa que eu tinha em mente durava apenas um dia ou dois. O dinheiro que eu consegui juntar estava acabando e bem, a situação apertou bonito.
E mesmo assim, desanimada e com o relógio biológico bagunçado, eu não deixei de bolar coisas e anotar todas as ideias que me vinham a mente no meu bloco de notas. Honestamente eu não tinha a mínima vontade de fazer algo, o que melhor me descreveria seria a palavra preguiça, mas acrescento o descompromisso comigo mesma, pois abri mão de muita coisa que costumava fazer normalmente, até mesmo daqui. Não escrevia muito e o caderno de desenho que ganhei ainda está parcialmente em branco. E só agora, de novembro pra cá, venho tentando mudar essa realidade, até comecei a me exercitar para acordar melhor o meu corpo e sinto que isso esta rendendo bons resultados, afinal EU ESTOU ESCREVENDO queridos! Embora isso, ainda me encontrava bastante indecisa sobre como regressar. Querendo ou não, me sentia deslocada com o pouco que escrevia, até quando resolvia olhar o meu feed ele parecia morto, o que houve esse ano com os blogueiros? A vida os chamou com um belo puxão de orelhas? /heh/

Como estava decidida a postar algo ainda esse ano, fosse pelo bem estar pessoal ou não, me coloquei a pensar em uma maneira de me sentir bem com o que escrevia - por mais que eu não levasse fé de que alguém leria. É aí que surge essa palavrinha do título acima, foi uma maneira que encontrei de me sentir mais motivada com o que me vinha a mente.
Em uma volta pelo weit acabei encontrando uma coleção cheia de palavras engraçadas, que buscavam dar significado a algo que até então para mim era difícil de se encontrar, conceitos um pouco abstratos. Foi aí que esbarrei com o fuubutsushi que, basicamente é uma palavra que nomeia tudo aquilo (coisas, sentimentos, imagens, até cheiros!) que o faz se lembrar ou dá aquela ansiedade gostosa em antecipação por uma determinada estação do ano. Quando li o que ela representava foi como uma epifania me atingindo! De imediato me lembrei de uma tarde qualquer em que assistia Fullmetal enquanto minha tia conversava com a minha mãe na cozinha, tomando o café, era uma lembrança tão banal que eu me lembrei o que a fazia tão especial e aconchegante a mim, era um bom momento, um daqueles que traz um ótimo sentimento no peito... e era verão! Puxando um pouco na memória, grandes lembranças minhas são relacionadas a essa estação, gosto principalmente de ver o pôr do sol refletido na janela da cozinha, o colorido de tons quentes ou até mesmo o céu, que fica lindo nessa estação.

Dezembro então, é como se fosse o meu mês premiado. Sempre fazia viagens e me reunia com a família durante ele, para comemorar o Natal. De alguma forma essa sensação sempre retorna quando essa época do ano se faz presente, é como uma cicatriz que reaparece quando você já deixou de se lembrar que ela existia ali, em alguma parte do seu corpo, como se ela lhe trouxesse boas lembranças (existem aquelas que doem, mas as cicatrizes de que falo são agradáveis) de um momento longínquo. Essa sensação de acalento, de que qualquer situação pode melhorar, como um abraço de alguém que você não via a anos. É uma sensação que sinto sempre que o ano está para acabar, quando o inverno transita para a primavera e uma brisa quente sopra e de repente o verão chega.
Acho que além de fuubutsushi, natsukashii também se encaixa muito bem nessa minha explanação.

Outras palavras para coisas abstratas se encontram aqui.

Engraçado, eu escrevi esse parágrafo lá em ‎setembro e só nesta terça, lá pelas duas da madrugada que eu senti uma inspiração repentina para colocar o "algo a mais" que não encontrava quando o comecei - coloquemos aqui algumas colunas da Capricho que estava lendo e me empolgaram pacas - nem se passava pela minha cabeça conseguir resumir o que me ocorreu nesse meio tempo e encaixar ele no final, até que ficou bonito ♥ e nem precisam se preocupar que logo mais eu apareço de novo!

See ya' later 

Marcadores: ,



この目が光を失っても, ぼくは描いてみせる
Um clube de artes para o proveito de todos, onde muitas histórias planejam-se serem contadas. Fique à vontade, você não precisa ser bom com desenhos para se juntar a nós. { }
end of snow
Vamos lá, eu preciso reaprender a controlar minha ansiedade antes que ela me devore! São tantas ideias, por onde começo? [sighs in mochi]. In:
unlukies box
Clube suspenso. Whut?!{ oneshot } The universe.☆ Hi, signalize! ★100 perguntas sobre anime{ drabble } A reason to live.{ oneshot } Some different star.O retorno dos reis ♚A estranha eu.{ drabble } Not alone.Conhecendo a fundadora do clube!
super-duper
Basecode sunwoo edited snow. Some images Robico & niralog. Mini-icons kawaii-box & pixel-soup.