PORTA SOBRE ROMANCES COLEGAS follow

この目が光を失っても, ぼくは描いてみせる
Um clube de artes para o proveito de todos, onde muitas histórias planejam-se serem contadas. Fique à vontade, você não precisa ser bom com desenhos para se juntar a nós. { }

< october novel projects >
● { crônicas do céu series • soul eater 3/5 }
● { rotten to the core • soul eater }
● { strength • soul eater }
● { keep together • blood lad }
● { game over • blood lad }
● { broken • deadman wonderland }
Outros rascunhos se encontram em Qiklist!

< UNLUKIES BOX >
crônicas do céu ☆ Purple sky.Ah, o outono!Together com seu desafio a minha caligrafia em des...{ drabble collection } Signs of affection.A estrada sinuosa do dia a dia.Algumas palavras de gratidão.{ drabble collection } Sparks fly.Anime crush challenge!A felicidade é algo curioso.Buscando um curso para seguir.
< SUPER-DUPER >
● base por Michiko & Adam edição, Snow.
● hacks por Anilyan & Mack.
© 2015 - 同級生; - all rights reserved.


A minha terra tem palmeiras.
29 de maio de 2018 | 0 comments
Onde canta o sabiá~ se bem que aqui é o bem-te-vi mesmo. Ora, não é que voltei com mais uma contribuição para o TCHOGETHER? Poxa, fiquei apagada de lá por dois meses (e olha que eu estipulei uma meta de participar mês sim, mês não), mereço dar as caras em maio ao menos, ainda mais com um tema tão caloroso desse, falar da minha terra natal, que coisa boa!

Se bem que, parando para pensar eu nunca quis realmente falar das minhas origens por aqui, sempre achei meio desnecessario mas vamos lá, hoje vocês verão que de Snow eu só tenho o nick!

[ maio - a minha cidade natal ]

Sou de um lugar bem aconchegante e tranquilo, onde antigamente a maior moeda de lucro era o turismo e para onde as pessoas gostam de 'fugir' por oferecer paz e sossego 24/7, exceto em feriados prolongados e finais de ano, aí a cidade vira um caos de carros, som alto no talo, gente estranha e praias inteiramente lotadas!

Está aí uma característica dessa cidade. Suas praias. Podem não ser das mais bonitas mas por aqui tem aos montes, afinal estou falando do litoral paulista, se não tiver praia qual vai ser a diversão do povão, não é mesmo?



















Minha Itanhaém, minha pedra que canta, meu canto risonho.

Eu tenho muito orgulho do lugar de onde vim e não tenho problema nenhum em me considerar caiçara. Ter nascido na SEGUNDA cidade mais velha do Brasil com seus 486 anos. Ela já apareceu em novela da Globo (será que alguém aqui ainda se lembra de Mulheres de Areia, pois eu lembro, sofri altas tiragens por causa do Vale a Pena ver De novo, logo no primeiro colegial!). Seus pontos turísticos não são tantos, a maioria se situa no centro, onde costumava ser a 'vila' aos anos de sua fundação, aquela altura eles nomeavam como centro de tudo onde estava a igreja, logo onde você encontra a Igreja Matriz, você vê a Casa de Câmara e Cadeia e mais acima - bem acima - é possível enxergar o convento da cidade, que sofreu um incêndio algumas décadas atrás e foi reaberto a poucos anos, quando entrei ali pela primeira vez notei o quanto o fogo judiou do lugar, as imagens que estavam ali ficaram quase irreconhecíveis e eu aqui pensando que eles fossem dar uma cuidada do lugar, que nada!

Além dos pontos históricos existem outros mais ramificados, como a Mulher de Areia na praia dos pescadores, a Cama de Anchieta na Gruta de Nossa Senhora (also, Anchieta era um padre que ficou a cargo da cidade e costumava usar uma erosão rochosa curiosamente em formato de cama como ponto de descanso, bem pertinho do mar,eu adorava ficar sentada ali!), na gruta também é possivel ver a Pedra do Cachorro que fica do lado do morro da caixa da água. Há também a Ilha das Cabras que se é acessível quando a maré baixa e ufa! Esses foram os que eu consegui me lembrar.




















Será que eu daria uma boa guia turística? Bem, vindo de alguém que usou desses pontos turísticos para a criação de um aplicativo de celular que foi seu tema de TCC para o curso de administração acho que dá pro gasto.

Há também as casas assombradas e outros mitos arrepiantes dessa cidade que volta e meia meu pai desembesta a contar, já tive a oportunidade de morar em duas casas assombradas e digo que sobrevivi.



















Depois que comecei a trabalhar no comércio notei algo no mínimo curioso, a população oriental da cidade é grande! O que não falta por aqui é japonês, coreano e chinês (que dominaram o comércio da praça). E de alguma forma isso não é tão ruim, aqui tem de tudo um pouco. É interessante ver o quanto ela cresceu em um período de tempo curto até, agora tem Extra, Subway, MC Donad's, empórios orientais e outras lojas de renome.

Não sei dizer se isso é muito bom ou muito ruim.

Moro aqui a vinte e um anos e digo que desde que consigo me lembrar essa cidade mudou, cresceu, ganhou cores e um público ainda maior. Há algumas defasagens importantes? Sim, os colégios que outrora eram muito bons agora estão em frangalhos, mas também, a situação política é outra, né não?

Penso que em todos os lugares existem problemas, sejam grandes ou pequenos, o que importa é a forma como os resolvemos.



No final, acabou não sendo algo grande e provavelmente pouca gente sabe de Itanhaém, mais ei, caso um dia esbarre por aqui já sabe como parte das coisas acontecem nessa cidade pequena onde todo mundo se conhece e história é o que não falta! E essas fotos usadas para ilustrar a minha realidade foram tiradas por mim, optei por só mostrar o convento porque dele dá para ver a cidade inteira (e meu horário de almoço é curto, não deu pra correr até as praias para mostrá-las a vocês), então meio que resume parte do que disse.

Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva de ~m-maio~ do Together, um projeto para unir a blogosfera! Para saber mais, clique aqui.

Marcadores: , ,


FUTURE
PAST