PORTA SOBRE ROMANCES COLEGAS follow

この目が光を失っても, ぼくは描いてみせる
Um clube de artes para o proveito de todos, onde muitas histórias planejam-se serem contadas. Fique à vontade, você não precisa ser bom com desenhos para se juntar a nós. { }

< october novel projects >
● { crônicas do céu series • soul eater 2/5 }
● { rotten to the core • soul eater }
● { strength • soul eater }
● { keep together • blood lad }
● { game over • blood lad }
● { broken • deadman wonderland }
Outros rascunhos se encontram em Qiklist!

< UNLUKIES BOX >
A causa e efeito de se apaixonar por alguém.{ oneshot } Hear the rain.33 (+11) perguntas para mim.{ drabble collection } School clubs.A minha terra tem palmeiras.crônicas do céu ☆ Purple sky.Ah, o outono!Together com seu desafio a minha caligrafia em des...{ drabble collection } Signs of affection.A estrada sinuosa do dia a dia.
< SUPER-DUPER >
● base por Michiko & Adam edição, Snow.
● hacks por Anilyan & Mack.
© 2015 - 同級生; - all rights reserved.


{ oneshot } Sea of stars.
23 de junho de 2018 | 0 comments
Que dia de sol maravilhoso o de hoje! Essa semana foi bem corrida e produtiva! Se eu não estivesse arrumando coisas na loja, estava lendo e se não estava lendo ou pagando contas, estava centrada em finalizar os meus rascunhos (uma pena eu estar tão focada nas oneshots, careço de postagens úteis para o clube /choranocanto) e, ainda assim, consegui deixar algumas atualizações por aqui uma-em-cima-da-outra-sem-espaço-de-tempo-DE-NOVO. Ahem! Usamos icons da Chiyo pois eu terminei Gekkan recentemente e ela é puro carisma, além de ser uma romântica incorrigível e sabe, o que eu tenho mais abaixo é um romance bem legal, do tipo que daria certo num daqueles shoujos que o Nozaki gosta de escrever.

Estou tão contente de FINAMENTE poder publicar SEA OF STARS e disso não ter ficado ruim como imaginei que ficaria, mais motivos nas notas de rodapé. Agora, se me dão licença vou aproveitar o décimo volume de Boku no Hero que acabei de comprar~ e rever o Bakugou sendo sequestrado pela liga de vilões mais uma vez~


[ sea of stars - blackstarxtsubaki couple - soul eater ]

O céu estava límpido naquela noite. Era possível observar a lua em sua total plenitude - ela estava cheia - uma bela esfera platinada iluminado um céu noturno coberto de estrelas, elas faziam dele como uma abobada celeste. Tsubaki jurou ver cores nas estrelas mais distantes, como nas imagens que vira em alguns livros sobre constelações, ela não tinha tanto interesse nos astros ou algo além disso, era como um meio de distração.

Estavam a caminhar pela praia, uma boa opção visto o deserto que cercava Death City. Black Star estava inquieto naquela noite e havia metido na cabeça que se ela não o quisesse fazendo musculação na sala de estar então os dois deveriam sair.

 A essa hora? O que tem na cabeça Black Star?

 É isso ou eu faço musculação na sala - o sorriso convencido se mostrava facilmente.

Menino prepotente, não era só o seu ego colosal que ela tinha que aguentar. Ela havia sido vencida sem nem mesmo ter argumentado algo decente.

 Certo. Vamos à praia - suspirou.

Embora contrariada, ela tinha de admitir que a ideia dele de sair naquele horário fora ótima. A praia de areia clara e fofa fazia com que seus pés desaparecessem aos poucos à medida que caminhava com ele ao seu lado, haviam pedras que formavam pequenas montanhas ao longo da orla e fora em direção a elas que Black Star a arrastou depois de pegar em sua mão direita.

Ela perguntaria o porque daquele ato tão repentino, mas não necessitou.

Encontraram um ponto perfeito entre as pequenas rochas para se acomodarem, por algum motivo sua companhia queria um momento para se sentar e observar o mar cintilante. Chegava a ser irônico alguém como ele, com a energia que distribuía a todos ao seu redor, se permitir um momento de calmaria, apenas para contemplação. Não chegavam a serem raras as vezes que anchi o via dessa forma mas ela tinha consciência que para os outros que pouco o conheciam, bem era algo diferente.

Eram em momentos como esse que ela se sentia grata por tê-lo escolhido como seu artesão. Em seu coração não havia sobra de dúvida sobre quem Black Star era, desde o momento em que o vira se vangloriando no pátio da academia, não importava o que os outros pensassem, Tsubaki sabia o que era certo a se fazer.

Ela iria segui-lo onde quer que ele fosse.


O céu se fazia um show a parte, show este que ela admirava com brilho nos olhos. A maresia agraciava o ar que era inspirado pela garota que sorria com os olhos observando o garoto de cabelos azulados caminhando a alguns poucos metros de si, solitário, levantando os braços esporadicamente enquanto inflava o peito para soltar um urro que, naquele momento, ela não sabia o que significava.

Tsubaki sabia apenas observar admirada o cenário do qual fazia parte, sentia a areia úmida abaixo de seus pés, inalava o aroma do mar, observava a noite como se tudo aquilo fosse algo comum, com um sentimento de gratidão dentro de si por poder ser parte daquela noite.

Suas mãos, que estavam unidas, agora eram puxadas em conjunto por uma força maior. Black Star aparecera em seu campo de visão a trazendo consigo em direção ao mar.

 Black Star! Não! Agora não, seu grande idiota!

O garoto apenas riu. Já estavam com as canelas submersas no mar escuro.

 Tarde demais.

A sensação térmica quase não fora mudada, a água abaixo deles era morna, como se houvesse sido aquecida em uma chaleira. Ela o encarou estupefata, com as bochechas cheias de ar, como se o reprovasse pelo que fez, empezou a jogar água para cima dele tentando assim aliviar sua ira, e ele, não deixando barato, revidou. Ficaram ambos se molhando, rindo abobadamente por um breve momento. Até ela se esquecer do porque estava irritada ou o que a levara a se encharcar mais ainda. Seria problemático. Ter de tomar outro banho para dormir, provavelmente pegaria um resfriado.

Se não fosse pelo calor subindo por suas mãos em pequenas e suaves ondas ela continuaria em sua bolha de preocupação. Quando seus olhos focaram mais abaixo puderam notar um par de mãos masculinas mais escuras que as suas próprias, os polegares faziam movimentos circulares sob suas mãos alvas. A sensação que a anchi tinha era a de que ele queria amenizar seu gênio antes de falar, se é que algo seria dito, pois ao encara-lo ela teve a leve sensação de que palavras não caberiam ali, não naquele momento.

O brilho nos olhos do rapaz transmitiam algo diferente, uma informação nova, uma que ela ainda não tivera a oportunidade de presenciar. Tsubaki nunca o vira lhe direcionar um olhar daqueles. Era intenso, carregado de emoção. Como resposta seu corpo estremecera, sentia uma corrente elétrica passando por si, aquilo não poderia ser algo comum.

Black Star entreabrira os lábios, pronto para dizer algo, porém se conteve resumindo-se a observá-la. A água ao redor de Tsubaki se movia, não devido as ondas mas sim a aproximação repentina dele.

Os olhos azuis do artesão estavam próximos demais, ela pode sentir suas mãos serem guiadas para os ombros dele enquanto seguiam languidamente dedilhando as curvas do corpo da arma, parando em sua cintura. Os olhos de Tsubaki aumentaram consideravelmente de tamanho e se ela já estava atônita pelo ato até o momento o mais ela poderia pensar quando os lábios dele se uniram aos dela.

Em seu íntimo, Tsubaki não sabia o que esperar de um beijo, independente de com quem fosse, ela não sabia como seu corpo reagiria ou o que faria. Ela simplesmente empacava quando seus pensamentos chegavam a essa altura e agora, com Black Star a beijando incisivamente a única coisa que existia dentro dela era o sentimento de querer retribuir o que recebia e assim, não era apenas ele que participava do ato.

Uma brisa mais insistente soprou, os lembrando do lugar em que estavam.


 Você planejou isso?


Tsubaki sentia seu rosto ferver enquanto tentava respirar normalmente.


 Não, mas o Soul disse que poderia dar certo.


Naquele momento ela se deu conta de que teria de tomar mais cuidado ao lado de seu artesão.



E aqui vou eu com mais um rascunho lá de outubro de 2015 (esse foi um ano bem produtivo, huh) se não me engano, a ideia inicial para começar a escrever essa doçura veio da minha música favorita do GRANRODEO, sea of stars. Em algum momento pensei que seria legal usá-la como tema para o shipp de blacktsu - sabe, estrelas, black star, essas coisas aí - e ter a praia como cenário pareceu bem agradável de se descrever. O que não casa muito bem com esse clima adorável é a letra agridoce da música que fala sobre separação, mas aqui eu me deixei levar pelo ritmo porque estava decidida a escrever algo sobre isso e ponto! 8D

E não pensem vocês que foi assim, pá-pum. Eu demorei um bom tempo para conseguir dar um ritmo agradável que não me deixasse desgostosa com o que escrevia, e por mais engraçado (??) que possa soar, eu só fui conseguir finaliza-la ouvindo 저 별 (Star) em e olha, outra música tristonha.

Gosto muito desses dois, mas trabalhá-lo da forma como quero é complicado e como nunca consigo um resultado imediato quero bater minha cabeça na parede, mas ei até que isso aqui não tá ruim não, eU CONSEGUIR FAZER ELES SE BEIJAREM!! ALELUIA!!


Ufa! Obrigada por ler!

Marcadores: , ,


FUTURE
PAST